EPAGRI/CIRAM
EPAGRI CIRAM
Primavera
Início:22/09 Fim:21/12
primavera1.png

LEGENDA DA IMAGEM SINÓTICA

Imagem Nome Descrição
Baixa Pressão Uma área de mínimo relativo de pressão que tem ventos convergentes (sopram em direção ao centro) e com rotação no mesmo sentido da rotação da Terra (horário no Hemisfério Sul). Também chamado de ciclone. É o oposto do anticiclone.
Alta Pressão Uma área de máximo relativo de pressão que tem ventos divergentes (sopram do centro pra fora) e com rotação oposta à rotação da Terra (anti-horário no hemisfério sul). Também chamado de anticiclone.
Vórtice Ciclônico - VCAN Vórtice Ciclônico em Altos Níveis. Sistema de baixa pressão, de escala sinótica, que se forma na média e alta troposfera (entre 5 e 13 km de altitude).
Vórtice Ciclônico - VC Vórtica Ciclônico. Sistema de baixa pressão, de escala sinótica, que se forma na troposfera média (entre 3 e 5 km de altitude).
Crista Uma área alongada de pressão atmosférica elevada que está associada com uma área de máxima circulação anticiclônica. Oposto de cavado. Geralmente associado a melhoria nas condições do tempo com poucas nuvens e temperaturas relativamente mais elevadas.
Cavado Uma área alongada de baixa pressão atmosférica que está associada a uma área de circulação anticiclônica mínima. Oposto de crista. Geralmente está associado a mudanças no tempo com formação de nebulosidade e precipitação.
Frente Fria A borda dianteira de uma massa de ar frio que está avançando em direção a uma massa de ar quente, deslocando a mesma. Com a passagem de uma frente fria a temperatura e a umidade caem, a pressão aumenta e o vento muda de direção. A precipitação está geralmente atrás da frente fria, podendo também formar-se áreas de instabilidade na linha ou na dianteira da frente fria.
Frente Quente A borda dianteira de uma massa de ar quente que está avançando sobre uma massa de ar frio. Com a passagem de uma frente quente a temperatura e a umidade aumentam, a pressão aumenta e o vento muda de direção, porém não tanto como no caso da frente fria. A precipitação está geralmente, na dianteira da frente quente, onde também formam-se nevoeiros.
Frente Estacionária Uma frente que está quase estacionária ou com muito pouco deslocamento. Também chamada de frente quase estacionária.
Frente Oclusa Também conhecida como oclusão, é uma frente complexa formada quando uma frente fria alcança uma frente quente. Ela se forma quando três massas de ar termicamente diferentes se encontram. As características dessa frente oclusa vão depender da maneira como essas três massas de ar se encontrarem.
Linha de Instabilidade As LIs são bandas de nuvens causadoras de chuva, normalmente do tipo Cumulus e/ou Cumulonimbus, organizadas em forma de linha. Geralmente associadas as ondulações frontais, formam-se pequenas depressões barométricas, ao longo das quais formações cumuliformes se desenvolvem e se deslocam, podendo resultar em chuvaradas intensas e localizadas.
Frontogênese Processo de formação de frente ou intensificação de uma frente existente. Isto acontece quando duas massas de ar adjacentes que exibem densidades e temperaturas diferentes se encontram pela ação dos ventos, criando uma frente. Poderia acontecer quando qualquer uma das massas de ar, ou ambas se movem sobre uma superfície que fortalece suas propriedades originais. Oposto de frontólise.
Frontólise É o processo de término ou \"morte\" de uma frente, quando a zona de transição está perdendo suas propriedades contrastantes. Oposto de Gênese das Frentes (frontogênese).
Jato de Baixos Níveis Sistema de vento com altas velocidades (acima de 10 m s-1), localizado entre um ou dois quilômetros acima da superfície, possuindo uma extensão horizontal de
aproximadamente 500 km, dimensão esta, comum de escalas subsinóticas e mesoescala. O JBN corresponde a um processo eficiente de transporte de calor e de umidade das regiões tropicais para as latitudes médias, tendo como conseqüência a formação, ou intensificação, de tempestades severas (Ferreira e Calbete, 2002; Marengo e Soares, 2002).
Jato Polar Corrente de ventos fortes (como mínimo de 150km/h podendo atingir os 300km/h) entre os 8 e 10km de altitude, e nas latitudes entre 30ºS e 70ºS.
JPN=Jato Polar Norte
JPS=Jato Polar Sul
Jato Subtropical Corrente de ventos fortes(como mínimo de 150km/h podendo atingir os 300km/h) acima dos 13 km de altitude, e nas latitudes de 20ºS a 40ºS.
Alta da Bolívia Sistema de alta pressão que se fomra na alta troposfera (entre 10 e 13 km de altitude) no verão, sobre a América do Sul.
ZCAS Zona de Convergência do Atlântico Sul. Uma região de convergência de umidade em baixos e médios níveis que ocorre em uma faixa orientada de noroeste para sudeste atravessando o Brasil. Geralmente esta região está associada com abundante nebulosidade e precipitação que persiste no mínimo 3 dias e ocorre entre os meses de outubro e abril.
ZCOU Zona de Convergência. Uma região de convergência de umidade em baixos e médios níveis que ocorre em uma faixa orientada de noroeste para sudeste atravessando o Brasil. Geralmente esta região está associada com abundante nebulosidade e precipitação que atua no máximo 2 dias e ocorre entre os meses de outubro e abril.

Voltar para Imagem Satélite